Skip to main content

A Otosclerose

Otosclerose é uma das causas de surdez progressiva. Resulta da ossificação das estruturas ósseas do ouvido e afeta essencialmente o menor dos 3 ossículos do sistema auditivo, o estribo. O crescimento anormal de tecido ósseo vai paralisando os movimentos do estribo, impedindo assim que este transmita as vibrações sonoras à cóclea, para depois seguirem o seu percurso até ao cérebro.

Este é um tipo de surdez condutiva, que na maioria dos casos ocorre nos dois ouvidos e com maior prevalência no sexo feminino. As suas causas ainda não são totalmente conhecidas, sendo que fatores de ordem genética parecem estarem claramente envolvidos na otosclerose.


Principais sintomas da otosclerose 

  • Perda auditiva gradual
  • Dificuldade em ouvir sons de baixa frequência (graves)
  • Zumbidos nos ouvidos
  • Vertigem
  • Tontura
  • Perda de equilíbrio

Diagnóstico e tratamento da otosclerose

Os exames mais frequentes, e que normalmente definem o diagnóstico, são a audiometria tonal e a Impedanciometria. Através destes testes é possível observar o padrão condutivo do som e outros parâmetros que indicam o enrijecimento dos mecanismos de transmissão ao longo do ouvido médio. Em casos mais raros, principalmente se houver indícios de perda auditiva neural, o médico pode pedir também a realização de uma tomografia computadorizada (TAC).

LER MAIS


Necessita de saber mais sobre outros temas relacionados com o sistema auditivo?  

Saiba que os nossos audiologistas podem ajudar. Agende a sua consulta gratuita ou ligue para o número grátis 800 100 210.

MARCAR CONSULTA AGORA

Sliding banner form

Ao enviar os meus dados estou a consentir no tratamento dos meus dados pessoais de acordo com a Política de Privacidade