Tampões de cera

Tudo o que precisa saber sobre tampões de cera

O cerume é um óleo ceroso produzido pelas glândulas e folículos pilosos do canal auditivo externo. Mas... sabe porquê e onde se forma? Quando a cera é criada, acaba por se deslocar até à abertura do ouvido, onde é naturalmente limpa quando nos lavamos. O objetivo desta cera é proteger o canal do ouvido de danos causados pela água, corpos estranhos, infeções... A sua presença é necessária, mas quando se acumula pode bloquear o canal auditivo, causar desconforto e perda auditiva.

Audiologista dá indicações sobre a consulta gratuita.
Como é que o cerume protege o canal do ouvido?

Impedindo a entrada de poeira, de bactérias, de micro-organismos que possam danificar o ouvido. Protegendo a pele para evitar a sua irritação se entrar água.

Marcar consulta gratuita

Causas do excesso de cera

Sem que se saiba exatamente o motivo, as glândulas sebáceas e ceruminosas de algumas pessoas produzem mais cera do que aquela que pode ser eliminada pelo processo natural, mas também porque, por vezes ela volta a entrar no canal auditivo, por exemplo se entrar água no ouvido.

Quando a cera endurece no canal é criado um Rolhão que bloqueia o ouvido e, ao querer eliminá-lo, acabamos por empurrá-lo ainda mais para dentro. No entanto, uma causa também comum é a presença de um corpo estranho no canal auditivo, tal como acontece com o algodão dos cotonetes.

Que sintomas produzem os tampões de cera?

  • Desconforto.
  • Falta de audição ligeira.
  • Ruídos nos ouvidos, zumbidos (acufenos).
  • Dor de ouvidos.
  • Sensação de ter o ouvido cheio ou tapado.
  • Tonturas.

Casos em que é recomendado remover a cera.

  • Quando se produzem sintomas como dor e a perda de audição.
  • Se for necessário examinar o ouvido e a cera estiver a impedir.
  • Se não houver sintomas não é necessário remover a cera, pois ela protege o ouvido e é eliminada naturalmente.

Tratamento para os Rolhões de Cerúmen.

Os rolhões de cerúmen são diagnosticados com a utilização de um otoscópio. Para eliminá-los, realizam-se os seguintes passos:

  • O seu especialista em otorrinolaringologia poderá indicar-lhe como suavizar o rolhão de cerúmen caso esteja muito duro, indicando utilização de um óleo normal, glicerina ou gotas específicas para diluir ou amolecer o cerúmen.
  • Depois pode recorrer á extração através de curetas, ou efetuar uma lavagem do canal auditivo com água á temperatura corporal que é injetada no canal auditivo com a ajuda de uma seringa. No final, com o otoscópio ou microscópio, verifica se o rolhão de cerúmen foi totalmente removido e se o canal auditivo e o tímpano está intacto.
  • Após a remoção da cera, deve secar o ouvido. Também pode deitar gotas de álcool bórico para prevenir infeções no canal auditivo. 
  • Em geral, se houver dor de ouvido, a remoção da cera do ouvido deve ser realizada com a visualização microscópica e manipulação instrumental, para evitar danos ou possíveis infeções que a água possa provocar no canal auditivo ou no tímpano.

Podemos prevenir que se formem rolhões cerúmen?

  • Evite utilizar cotonetes ou outros objetos para limpar o canal auditivo externo. Basta limpar a entrada do canal com uma toalha limpa após o banho. 
  • Em pessoas propensas à formação de tampões de cera, o profissional de saúde pode aconselhar a aplicação de um liquido especifico solvente da cera e ao mesmo tempo antissético ou aconselhar a extração regular da cera (6 / 12 meses). 
Avô abraça neta com alegria.

Perda auditiva ou apenas cera?

Por vezes pode ser apenas cera a bloqueiar o seu ouvido. A solução para voltar a ouvir melhor, pode ser mais simples do que pensa. Esclareça tudo com um audiologista.

Descubra como está a sua audição

Marque uma consulta auditiva gratuita

Agendar agora

Faça um teste auditivo online

Iniciar teste

Encontre o centro auditivo mais próximo

Procurar centro