O que é a presbiacusia?

Idade, a principal causa de perda auditiva

O processo de envelhecimento afeta naturalmente a nossa audição mas existem outros fatores, mais subtis e difíceis de identificar, que também podem danificar a nossa qualidade auditiva a médio ou longo prazo. Recomendamos que permaneça atento e acompanhe eventuais mudanças da sua capacidade de audição. Se precisar, saiba que temos uma equipa de audiologistas credenciados que o podem ajudar a ouvir tudo novamente.

O que é a presbiacusia?

A presbiacusia é a perda de audição natural que ocorre com o envelhecimento. É uma doença multifatorial, caracterizada pela diminuição auditiva progressiva em ambos os ouvidos de uma pessoa, ao longo da sua vida. Este tipo de diminuição auditiva afeta mais a audição das altas frequências, mas pode acorrer em todas as frequências.

A presbiacusia não limita somente a capacidade de perceção e discriminação dos sons. Ela também afeta a qualidade de vida e a integração da pessoa na sociedade que, não ouvindo bem, tende a isolar-se mais.

A utilização de aparelhos auditivos é o recurso mais utilizado para o tratamento da presbiacusia, pois estes permitem uma clara melhoria da qualidade de vida das pessoas e contribuem para a retoma dos hábitos sociais que estavam em privação.

Sintomas da presbiacusia

Os primeiros sinais surgem quando a pessoa começa a sentir-se desconfortável logo após uma conversa num ambiente mais barulhento, como um restaurante ou uma refeição animada em família. É nessa altura que o som do telefone ou da televisão começa a parecer-lhes estar mais baixo! Mas a presbiacusia também pode manifestar-se de outras formas, como por exemplo quando os sons parecem estar distorcidos e começa a ser frequente a má interpretação de algumas palavras.
A presbiacusia não é uma patologia para ser levada de ânimo leve. Ela pode mesmo tornar o dia-a-dia da pessoa muito mais complicado, causar transtornos ou até mesmo coloca-la em risco de sofrer acidentes mais graves. Para além disso, a presbiacusia é também a razão principal pela qual as pessoas deixam de se interessar e de participar em atividades de caracter mais social.
Saiba que as pessoas com presbiacusia não são propriamente surdas. Eles continuam a ouvir sons graves, mas os sons agudos são difíceis de distinguir. Isso é especialmente evidente no que se refere a vozes infantis e femininas, a sussurros, bem como à audição de certas consoantes mais "assobiadas" (S, Z, CH ou mesmo V ou F).
Uma pessoa com presbiacusia também tem maiores dificuldades em distinguir sons reverberados e queixa-se com mais frequência de zumbido nos ouvidos.

Audiologista faz audiometria a senhora.
Agende a sua consulta gratuita

Independentemente da sua idade, deve realizar regularmente um teste à sua audição. Saiba que os nossos audiologistas podem ajudar.

Marcar consulta

Tratamento da presbiacusia

O primeiro passo de um tratamento eficaz da presbiacusia é a tomada de consciência da própria pessoa para o seu problema de audição. Muitas vezes, o apoio e a atitude dos familiares e amigos são também fundamentais. Eles podem ajudar a pessoa a consciencializar-se do seu problema e a convencerem-na a dar os primeiros passos em direção ao tratamento da sua presbiacusia. 
Os aparelhos auditivos são a primeira solução para a presbiacusia, os quais deverão ser adotados o mais cedo possível, antes mesmo que a perda auditiva se torne muito grave. A utilização atempada de aparelhos auditivos no combate à presbiacusia permitirá uma adaptação mais rápida, um melhor conforto auditivo e, o mais importante, irá retardar a progressão da perda auditiva e contribuir para a preservação de todas as funções cognitivas do cérebro.

Descubra como está a sua audição

Marque uma consulta auditiva gratuita

Agendar agora

Faça um teste auditivo online

Iniciar teste

Encontre o centro auditivo mais próximo

Procurar centro