Skip to main content

Perda de Audição - Hipoacusia

Diz-se que existe hipoacusia ou redução da sensibilidade auditiva quando diminui a nossa capacidade de ouvir ou de percecionar certas frequências.

Damos conta desta realidade quando algumas palavras nos começam a escapar, ouvimos zumbidos ou incomoda-nos o ruído e já não conseguimos seguir claramente uma conversa


Sinais e sintomas

A perda auditiva geralmente ocorre de forma gradual e, na sua fase inicial, é normalmente percebida pelos amigos, colegas de trabalho e pela família.

  • Os sons são atenuados: ouve mais distante, menos intenso que antes;
  • Dificuldade em localizar a fonte dos sons – de frente, atrás de si, da sua direita ou esquerda;
  • Dificuldade em ouvir em situações de agrupamentos públicos ou sons distantes;
  • As conversas são difíceis de acompanhar e de entender;
  • Pedir para repetir palavras e frases muitas vezes, em voz alta, e fala mais arrastada;
  • É preciso aumentar o volume do rádio e da televisão para ouvir melhor
  • É preciso aumentar o volume do telefone móvel
  • Perda de confiança

PRECISA DE AJUDA?


Tipos de Perda Auditiva

A perda de audição pode ser dividida em três tipos:

  • Perda Auditiva de Condução. Resulta de uma interferência na transmissão do som do ouvido externo para o ouvido interno. As causas podem incluir infeções do ouvido médio (otite média): acumulação de fluído no ouvido médio; bloqueio do ouvido externo (cera); perfuração do tímpano devido a infeção ou ferimento. Em muitos casos, este tipo de perda auditiva irá beneficiar da utilização de um aparelho auditivo, por vezes em conjunto com medicamentos e/ou cirurgia. No entanto, em alguns casos de perda auditiva de condução, medicamentos e/ou cirurgia são a única opção.
  • Perda Auditiva Neurossensorial. Desordem do ouvido interno. Este tipo de perda auditiva é irreversível. A maioria das perdas auditivas neurossensoriais é causada pela lesão das células ciliadas da cóclea. Uma vez danificadas, estas células não recuperam por elas próprias nem podem ser clinicamente tratadas. O avanço tremendo da tecnologia dos aparelhos auditivos permite à maioria dos pacientes reabilitarem-se significativamente.
  • Perda Auditiva Mista. Quando uma perda auditiva é causada por alterações no ouvido interno, assim como no ouvido externo ou no ouvido médio, é designada como perda auditiva mista. Ocorre, por exemplo, quando alguém tem uma alteração das células ciliadas da cóclea devido à idade (Neurossensorial) e, ao mesmo tempo, tem uma infeção do ouvido médio (Condução).

PODEMOS AJUDAR?


Causas da Perda Auditiva

As causas mais comuns são:

  • Idade: De acordo com estatísticas, mais de 40% da população portuguesa, com mais de 65 anos de idade, tem perda auditiva.
  • Ruído: A exposição prolongada ao ruído pode causar perda auditiva.
  • Hereditariedade: Uma história familiar de perda auditiva, por causa do gene da conexina-26, é suscetível de ser herdada.
  • Infeções: Os vírus e as bactérias podem danificar o ouvido, tal como as otites não tratadas em crianças.
  • Otosclerose: Afeta a mobilidade dos ossos do ouvido médio, reduzindo a eficiência da transmissão das vibrações.
  • Agentes ototóxicos: Certas drogas, álcool e tabaco e alguns medicamentos podem danificar o ouvido.
  • Acidentes e danos cerebrais.

Efeitos e consequências da falta de tratamento

A hipoacusia separa o processo auditivo das funções cognitivas e aumenta a possibilidade de uma demência precoce e de outras consequências psicológicas, tais como:

  • Dificuldade de concentração
  • Baixa autoestima
  • Medo de relacionamentos sociais
  • Depressão e Stress
  • Dor de cabeça
  • Tensão muscular
  • Pressão arterial mais elevada.

Este é um processo lento e gradual, que na maioria dos casos influencia negativamente a vida social da pessoa, onde a utilização regular de um aparelho auditivo pode fazer a diferença.


Diagnóstico e Tratamento

O exame mais simples e frequente utilizado para determinar uma diminuição auditiva é a Audiometria, que poderá realizar gratuitamente em qualquer um dos nossos centros auditivos em Portugal.

Um diagnóstico precoce e um eventual tratamento imediato, que poderá incluir a utilização de aparelhos auditivos, é muito importante na fase inicial do processo, pois tem mais possibilidade de potenciar resultados mais favoráveis.

MARCAR AUDIOMETRIA GRÁTIS


Necessita de saber mais sobre outros temas relacionados com o sistema auditivo?  

 

Saiba que os nossos audiologistas podem ajudar. Agende a sua consulta gratuita ou ligue para o número grátis 800 100 210.

MARCAR CONSULTA AGORA

Sliding banner form

Ao enviar os meus dados estou a consentir no tratamento dos meus dados pessoais de acordo com a Política de Privacidade