Skip to main content

Os diabéticos e a perda auditiva

13/11/2018
Paulo Reis

Um estudo da National Institutes of Health (NIH) investigou dois grupos de pessoas, um composto por indivíduos com diabetes e um com indivíduos saudáveis. Os pesquisadores descobriram uma perda auditiva maior em 21% dos adultos com diabetes, contra 9% dos adultos saudáveis que demonstraram perda auditiva. Os níveis de perda auditiva mais grave foram registados em mulheres que não controlavam corretamente os seus níveis de diabetes.

Os investigadores acreditam que a diabetes influencia negativamente devido, essencialmente, a três fatores distintos:

  • Os elevados níveis de glucose no sangue causam alterações químicas nos vasos sanguíneos e nervos do ouvido interno, afetando a capacidade de transmissão do som;
  • A sensibilidade a determinados materiais utilizados na produção de aparelhos auditivos é alterada pela diabetes, levando ao desenvolvimento de infeções no canal auditivo;
  • A diabetes provoca o estreitamento das paredes da cóclea e a perda de células capilares no ouvido interno, essenciais para a audição e equilíbrio.
     

De acordo com o último relatório nacional da Direção-Geral da Saúde, a diabetes mata entre 10 a 12 portugueses por dia. A doença é diagnosticada diariamente a 200 pessoas e cerca de 500 acabam por ser internadas nos hospitais portugueses. A prevalência estimada da diabetes na população portuguesa com idades compreendidas entre os 20 e os 79 anos (7,7 milhões de indivíduos) é de 13,3%. Ou seja, mais de um milhão de portugueses. A este número somam-se mais de dois milhões de pessoas com pré-diabetes que é como um alerta para o risco de desenvolver diabetes.

Para quem sofre desta doença, os rastreios periódicos à visão, insuficiência renal e cuidados com os pés já são uma rotina. Contudo, esta investigação revelou que é também importante para o diabético fazer rastreios auditivos periódicos para avaliar o estado da sua audição.


Verifique periodicamente a sua audição. Saiba que os nossos audiologistas podem ajudar.

Agende a sua consulta gratuita ou ligue para o número grátis;800 100 210.

MARCAR CONSULTA AGORA

Pilhas grátis para TODOS